O que é uma empresa de capital aberto?

As empresas que possuem capital aberto podem ser descritas como sociedades anônimas (S/A) em que o capital é constituído por ações que podem ser negociadas na Bolsa de valores. O resultado desse modelo é que quem compra as ações de determinada empresa passa a ser proprietária de uma pequena porção dela.

Todas as pessoas que adquirirem ações da empresa terão direito a parte dos lucros. Mas também pode ter prejuízos, caso a empresa não vá bem. Isso porque, quando existem dívidas, o acionista poderá responder por ela. Vale ressaltar que cada acionista responderá pela parte correspondente à quantidade de ações que ele tiver.

Neste momento você deve estar se perguntando se vale a pena ter uma empresa de capital aberto ou fechado. Este artigo irá te ajudar a entender a diferença entre elas, e a importância do capital aberto.

Qual a diferença entre uma empresa de capital aberto ou fechado?

Antes de explicar as diferenças, é importante dizer que não importa se a empresa é de capital aberto ou fechado, nos dois casos ela é uma S/A, ou Sociedade Anônima.

No entanto, assim como já falamos anteriormente, a empresa de capital aberto é uma sociedade anônima que possui ações disponíveis na bolsa de valores para serem adquiridas por qualquer pessoa que esteja disposta a comprar. Ao adquirir uma parcela das ações, o comprador passa a ser chamado de acionista de um título dessa empresa.

Já nas empresas de capital fechado, apesar de o capital também estar dividido em ações, elas estão divididas entre poucos acionistas, geralmente membros da família, e não podem ser vendidas na Bolsa de Valores.

Desta forma, uma corporação é considerada de capital aberto quando seus títulos, ou pequenas partes da empresa, são distribuídos entre aos acionistas públicos por meio do livre comércio de ações em bolsas ou mercados de balcão. Embora uma pequena porcentagem de ações seja inicialmente lançada ao público, a negociação diária no mercado determina o valor de toda a empresa.

Aliás, a maioria das empresas de capital aberto optaram pela mudança de estrutura para obter mais recursos para investimentos e, consequentemente, aumentar a liquidez dos negócios.

Como é feita a contabilidade?

Outra diferença é que na empresa de capital aberto a contabilidade é realizada por meio de um conselho, escolhido pelos acionistas. Já na empresa de capital fechado, todo o balanço patrimonial é feito por meio de contadores particulares contratados pelos acionistas.

Ainda, as empresas de capital aberto, como vendem suas ações e títulos para o público em busca de mais recursos para o crescimento dos lucros, devem prestar contas aos órgãos reguladores. Ou seja, é feito um balanço detalhado de tudo o que entra e sai de dinheiro dentro da empresa.

Outra diferença é que para se tornar uma empresa de capital aberto, é necessário ter um registro da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão que regula o mercado e aprova todas as operações de abertura de capital. Então, se faz uma Oferta Pública Inicial (IPO), quando a empresa inicia a venda de ações na Bolsa pela primeira vez.

Por que uma empresa abre o capital?

Quando a diretoria de uma empresa decide abrir o seu capital, é preciso estar ciente de que essa abertura envolve gastos. O preço de abertura em si possui muitos custos, bem como a manutenção da plataforma para investidores.

Entretanto, mesmo diante destes custos, muitas empresas ainda optam por ter o capital aberto. Mas, quais serão as vantagens de se fazer isso? A seguir listamos as principais delas.

Ampliação de recursos financeiros

A abertura de capital é uma excelente forma de se captar novos recursos para a empresa. O dinheiro arrecadado pode ser reinvestido e aumentar ainda mais o valor da empresa. Além disso, enquanto a empresa estiver com suas ações disponíveis e gerando bons resultados, haverá acionistas interessados em investir para o crescimento do negócio.

Portanto, a principal vantagem das empresas de capital aberto é a sua capacidade de explorar os mercados financeiros vendendo ações (patrimônio líquido) ou títulos (dívida) para aumentar o capital para expansão e outros projetos.

Os títulos são uma forma de empréstimo que uma empresa de capital aberto pode obter de um investidor. Ele terá que pagar esse empréstimo com juros, mas não precisará renunciar ao investidor nenhuma parte da propriedade da empresa.

Aliás, os títulos são uma boa opção para empresas de capital aberto que buscam arrecadar dinheiro em um mercado de ações em baixa. As ações, no entanto, permitem que os proprietários liquidem parte de seu patrimônio e aliviam as empresas em crescimento do ônus de pagar seus títulos.

Liquidez patrimonial

As ações são mais fáceis de serem vendidas e adquiridas por novos acionistas. Isso torna a opção do capital aberto uma excelente forma de liquidez patrimonial. A sucessão e partilha entre herdeiros também é facilitada neste tipo de empresa.

Melhora da imagem da empresa

Quando a empresa opta por abrir o seu capital, ela deverá passar por um processo de auditoria. Esta ação é realizada para verificar, e resolver, possíveis problemas em balanços financeiros e processos. Desta forma, o risco de se investir na empresa cai, passando a ser vista com mais entusiasmo pelos futuros acionistas.

Outro ponto importante é que o valor da cotação das suas ações é um excelente indicativo do valor e da confiabilidade da empresa.

Agora que você já conhece mais sobre empresas de capital aberto, que tal conhecer algumas opções de Investimento para o seu dinheiro? Acesse o site da Onze e confira outros conteúdos sobre o assunto.